160 anos do Livro dos Espíritos


Deixando a vida futura de estar velada pela dúvida, o homem perceberá melhor que, por meio do presente, lhe é dado preparar o seu futuro."
(Cap. VIII, Da Lei do Progresso, questão 799, do Livro dos Espíritos)

Em 18 de abril de 1857, em Paris, na França, Allan Kardec lança o Livro dos Espíritos, obra basilar da Doutrina Espírita. Através da sua leitura é possível compreender a natureza dos espíritos, suas relações com os homens, as leis morais, a vida presente e a continuidade da vida após o desencarne.

Sob a égide "fora de caridade não há salvação", o Espiritismo coclama a todos a seguir os passos do Mestre Jesus Cristo, através da reforma íntima, da superação de nossas más inclinações e da busca incessante da harmonia, da serenidade e do amor incondicional.